sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

AGENDA DO PREGADOR - AG 33 - ASS DEUS ÁGUAS CLARAS / DF

Valente pregou na ADAC no último domingo, dia 30 de novembro, a mensagem "Quem está pronto?" Inesquecível.

sábado, 22 de novembro de 2014

MENSAGEM 16 - OS LOUVADORES DE DEUS

OS LOUVADORES DE DEUS
Texto Base: Salmo 138.1,2

TESE:
- Bom é louvar ao Senhor! Bom é cantar para Ele!
- A Palavra de Deus está repleta de textos que nos incentivam a louvá-Lo, engrandecê-Lo, adorá-Lo na beleza da Sua Santidade.
- E quando as belas palavras inspiradas, escritas ou faladas, dirigidas para Ele, estão acompanhadas de ritmo, melodia e harmonia, o que é a música, parece até que o louvor sobe mais rápido, fica ainda mais gostoso.
- Dentre os diversos temas que falam a respeito do louvor a Deus, do cântico para Deus, selecionamos, dirigidos pelo Espírito Santo, o Salmo 138, que lemos ao introduzir esta mensagem.
- Trata-se de um Salmo composto por Davi, um homem segundo o coração de Deus, e que, portanto, sabia como adorar a Deus, como agradá-Lo, e nesta noite, vamos aprender um pouco com ele.

DESENVOLVIMENTO:
- No Salmo 138 aprendemos com Davi algumas características do louvor que verdadeiramente agrada a Deus.
- Vejamos, em estudo sistemático:

1) “EU TE LOUVAREI” (Sl 138.1a)
- O Salmo começa com a palavra “EU”. Primeira pessoa do singular. “EU”
- Ensina Davi: O louvor parte de mim. Sai de dentro de mim.
- Ninguém me mandou louvar a Deus, fui eu que desejei fazer isso e o fiz.
- O verdadeiro louvor a Deus é voluntário, é espontâneo. Não é feito por obrigação, ou para agradar a quem quer que seja, senão a Deus. Eu quero fazer isso!
- O verdadeiro louvor vem de dentro. Vem da alma.
- Vem do meu espírito que testifica com o Espírito de Deus que eu sou criatura das suas mãos.

2) “SENHOR” (Sl 138.1b)
- Aqui a palavra “SENHOR” está todo escrito em letras maiúsculas.
- Isso quer dizer que se trata do nome de Deus.
- “SENHOR” vem do tetragrama hebraico YHWH, que em nosso idioma é impronunciável, e por isso foi traduzido no grego Kýrios, que em português foi traduzido por “SENHOR”.
- SENHOR aqui é Javé, Jeová, o meu Deus, o grande e eterno Deus, o Deus único e verdadeiro, criador do céu, da terra e do mar e de tudo o que neles há.
- Aqui aprendo com Davi que o louvor é de Deus, o louvor é por Deus, e o louvor é para Deus.
- Ele não divide a sua glória com ninguém. Toda honra, toda glória, todo o louvor pertencem ao nosso Deus.
- Nome poderoso que os 72 sacerdotes hebreus que escreveram a septuaginta quando citavam seu nome paravam o escrito e tomavam um banho antes de escrever o seu nome.

3) “DE TODO O MEU CORAÇÃO” (Sl 138.1c)
- Diz Davi: o meu coração é todo dEle. E o meu louvor reflete isso. É inteiro. É sem limites. É sem medida.
- Não é um louvor parcial, limitado, recatado. Não é um louvor tímido. Não é da “boca para fora”.
- É um louvor de todo o meu coração. Com toda a força que tenho. Com toda a emoção que tenho. Com toda a vida que tenho.
- Se é para Deus, que seja o melhor que tenho, o melhor que posso.

4) “NA PRESENÇA DOS DEUSES” (Sl 138.1d)
- Aqui vejo a palavra “deuses” com “d” minúsculo. O contraste entre a palavra SENHOR toda em letras maiúsculas e a palavra deuses toda em letras minúsculas é extremamente simbólica.
- Isso quer dizer que não há Deus como o nosso Deus.
- Podem levantar outros deuses, deuses falsos, de mentira, Baal, Asera, Astarote, Terafins, Postes Ídolos, Zeus, Apolo, Diana, Minerva, deuses gregos, deuses romanos, Santos de madeira, de pedra, de cerâmica, de ferro, que tem olhos mas não veem, tem boca mas não falam...
- Podem levantar “deuses” contemporâneos como dinheiro (Mamom), fama, reconhecimento humano, poder humano...
- Mas no meio de todos esses deuses, o meu louvor é só para Ele, é todo Dele, não divido com ninguém.
- Na presença de todos esses deuses, a minha glória é para o Grande e Verdadeiro Deus.

5) “A TI CANTAREI LOUVORES” (Sl 138.1e)
- “Cantarei” louvores, isso quer dizer, lhe direi belas palavras entoadas com músicas, geralmente acompanhadas de instrumentos musicais de toda a classe e ordem. Saltério de dez cordas (Sl 33.2), trombeta, saltério, harpa (Sl 150.3), adufe, flauta, instrumentos de cordas (Sl 150.4), címbalos sonoros e címbalos altissonantes (150.5), tamboris, pandeiros (2 Sm 6.5)
- De palmas, de danças (Ex 15.20), de saltos (2 Sm 6.14) de júbilo, de alegria. - E sobretudo pela VOZ.
- Na natureza aprendemos que o entoado louva (a sabiá), e o desafinado também louva (a gralha).
- O importante é louvar. E que ninguém me impeça.
# Mas uns podem ajudar aos outros. Quenanias, o príncipe dos levitas nos tempos do Rei Davi, ensinava os outros a entoar os hinos (I Cr 15.22)


Os louvadores de Deus
- Os levitas (I Cr 15.16 – levantando a voz com alegria)
- Os filhos de Asafe (Ed 2.41)
- Moisés (Ex 15.1)
- O próprio Davi e a sua harpa – quando tocava, o espírito mal se retirava de Saul (I Sm 16.23)
- Até Jesus cantou (Mc 14.26) [não foi músico – tocou o esquife]
- Paulo e Silas, que cantaram a Deus, mesmo estando num calabouço, feridos com muitos vergões (At 16.25).
- Nunca pendurem harpas, como israelitas em Babilônia. (Sl 137)
- O Guilherme Viana, atualmente
# Hoje muitos querem cantar, mas não para louvar a Deus. E o som não passa do telhado. Querem cantar nas grandes catedrais.
- Cantam para ganhar fama, dinheiro, reconhecimento, ou seja, cantam para louvar a si mesmos. Esse louvor Deus não recebe.
6) “INCLINAR-ME-EI” (Sl 138.2a)
- Davi continua a nos instruir sobre o louvor que agrada a Deus, e no início do vs 2 ele diz: “inclinar-me-ei”.
- Inclinar me fala de dedicação, de devoção, de reverência.
- Fala de submissão a Deus, humilhação perante Deus: “eu sei que sou pequeno, mas tu és grande; sei que sou frágil, mas tu és poderoso”.
- Por isso me inclino para Ele, para o seu santo templo, para a sua Casa. E me inclino perante Ele, mas só perante Ele.
- Não me inclino a homens; ver Mardoqueu.
- Não me inclino a deuses;
- Não me inclino a estátuas; ver Sadraque, Mesaque e Abednego.
7) A QUE LOUVAR? (Sl 138.2b)
- Ainda no versículo 2, aprendo que devo louvar o seu Nome, que é um nome Eterno. Devo louvar a sua benignidade (ou bondade) que não tem fim. Devo louvar a sua Palavra, que é a verdade.
# Cantar o corinho com a letra do Salmo 138.1
CONCLUSÃO
- O Sl 149.1 e o Sl 33.3 ensinam: “Cantai ao Senhor um cântico novo”. Mas é o próprio Senhor quem dá o cântico novo (Sl 40.3 – e pôs um cântico novo na minha boca, um hino ao nosso Deus).
- O Sl 95.1 e o Sl 81.1 nos convidam a cantar ao Senhor!
- Quero nesse momento felicitar ao jovem cantor Guilherme Silva, por ter escolhido esse caminho; aos pais, pelo incentivo; aos pastores, pelo apoio; a gravadora, pela iniciativa.
- Quero pedir a todos os irmãos que adquiram seu CD, divulguem entre os amigos, presenteiem com esse trabalho. Porque isso é bom.
CONVITE
- Louve ao Senhor!!

IGREJA PENTECOSTAL ARCA DA ALIANÇA

O Pastor Carlos Valente ministrou a preciosa Palavra de Deus no último sábado, no lançamento do primeiro CD do cantor mirim Guilherme Viana.
Valente pregou pela primeira vez na Igreja Pentecostal Arca da Aliança, liderada pelo Pastor Marcelo e Pastora Denise.
Foi uma bênção! Que Deus abençoe esse dedicado cantor mirim, muito bem orientado pelos seus pais, Renê e Vanda.






AGENDA DO PREGADOR - AG 32 - ASS DEUS DE ÁGUAS CLARAS / DF

Atendendo a convite que lhe foi formulado pelo Pastor Clenírio Guimarães, o Pregador Carlos Valente estará ministrando a preciosíssima Palavra de Deus na Campanha "É Tempo de Agradecer e Projetar" da Assembleia de Deus de Águas Claras / DF, liderada pelo Pastor Ronaldo Batista da Silva.
Valente estará pregando no dia 03 de dezembro, quarta-feira, às 20 horas, submisso ao subtema "Projetando para o Reino de Deus".
Você é nosso convidado. A ADAC fica na Avenida Araucárias, 405, ao lado do Shopping Maggiore.

sábado, 15 de novembro de 2014

BLOG DO VALENTE ULTRAPASSA A MARCA DE 50.000 VISUALIZAÇÕES

SENSACIONAL!!!

O BLOG DO VALENTE ultrapassa a marca de 50.000 visualizações de página. Ou seja, 50.000 pessoas, em toda a parte do mundo, já conheceram e foram abençoadas pelo nosso trabalho.

O BLOG DO VALENTE foi inaugurado em 01/01/2010, de forma que estamos próximos de completar cinco anos ininterruptos de operação.

Vejam que o gráfico de acessos demonstra claramente que estes estão cada vez mais crescentes ao longo do tempo, e somente no último mês foram mais de 2.400 visualizações.


















Os acessos advindos do Brasil foram quase 40.000, algo em torno de 80% do total de acessos. Dos demais países, os Estados Unidos representam a grande maioria, aproximadamente 10% do total de acessos. Welcome Brothers! God a bless you! A Alemanha também tem acessos assíduos.
China, Rússia, Portugal, França, Malásia, Índia, Espanha e muitos outros países do mundo já viram, acessaram o nosso Blog.
Ou seja, de alguma forma, Carlos Valente está ministrando a Palavra de Deus em todo o planeta, sem jamais ter saído do Brasil.

















O navegador Chrome é o mais utilizado para acessar o Blog do Valente, seguido de Internet Explorer, Firefox e Safari. Isso indica que o Chrome vem ganhando muito espaço em cima do Internet Explorer, que há alguns anos, era o mais popular.
No que se refere ao sistema operacional, o Windows continua soberano, com quase 80%.

















A postagem mais popular é a Mensagem 12: Vestes Alvas de Santidade, publicada em 05/08/2012, com mais de 3.000 acessos.
A Mensagem 17: O nosso bálsamo de Gileade, publicada em 20/08/2011, que liderou as estatísticas em todos estes anos, agora ocupa a segunda colocação com praticamente 2.800 acessos.
Está perseguida de perto, e deve ser ultrapassada nos próximos dias pela Mensagem 06: Minha Família no Altar de Deus, que possui somente 18 acessos menos que a anterior.

Interessante que já publicamos até agora 89 esboços de mensagens. Quando chegarmos a 100 mensagens, vamos reunir tudo em um livro.

Finalizando, as origens de tráfego, que mostram como o google é forte e importante.















Agradecemos a vocês por esta marca maravilhosa.

Leiam o Blog, divulguem aos seus amigos, nos quatro cantos do Planeta, para a glória de Deus.

Rumo aos 100.000 acessos!

MENSAGEM 15: SELADOS PARA O DIA DA REDENÇÃO

SELADOS PARA O DIA DA REDENÇÃO

Texto Base: Ef 4.30 – “E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual estais selados para o Dia da redenção”.

TESE:
- O tema deste Congresso é “Selados para o Dia da Redenção”.
- E nesta mensagem de abertura queremos refletir sobre esse assunto.
- Afinal, o que o apóstolo Paulo quis dizer quando afirmou que os cristãos de Éfeso estavam “selados para o Dia da redenção”?
- Um pouco antes, na própria epístola aos efésios (Ef 1.13,14), Paulo já havia afirmado que os que estavam em Cristo haviam sido selados com o Espírito Santo da Promessa.
- Qual a interpretação dessa palavra? Que selo é este?

DESENVOLVIMENTO:

1) DOCUMENTOS SELADOS
- Nos tempos antigos, era comum que os nobres, especialmente os monarcas, selassem os seus documentos, seus atos, suas correspondências oficiais, seus proclamas, seus decretos e seus editos.
- Dizem os historiadores que desde o 3º milênio antes de Cristo os monarcas já tinham como costume selar seus documentos mais importantes, e vemos isso em várias culturas no Antigo Testamento, como os egípcios, os babilônicos, os medos, os persas, os gregos, os romanos e os hebreus.
- Está comprovado que até mesmo os Corsários e os Piratas selavam seus documentos.

a) Os selos:
- O selo, via de regra, era inscrito sobre uma cera que, derretida, era disposta sobre o documento, sobre a correspondência ou mesmo sobre um objeto.
- A inscrição do selo era feita por um instrumento chamado sinete, feito de ouro, prata, bronze ou pedras preciosas, em alto ou baixo-relevo, com iniciais, brasões, insígnias ou figuras que representavam os emitentes do documento.
- O sinete era a marca distintiva do emitente.
- O sinete era a identificação da sua posse.

b) Os anéis de selar:
- A utilização dos sinetes para selar documentos era tão usual e tão importante nos tempos antigos, que muitos monarcas utilizavam o sinete em cordões e especialmente incrustado em anéis, denominados anéis de selar.
- E aquele que possuía o anel de selar estava revestido de autoridade e de poder.
# O anel de selar era algo tão importante que o próprio Deus, usando o profeta Ageu (Ag 2.23) revelou que faria de seu servo Zorobabel como um “anel de selar”, símbolo da autoridade espiritual que seria concedida àquele homem.


# Sobre anéis de selar vemos na Bíblia que:
1 – José recebeu o anel de selar das mãos de Faraó (Gn 41.42), como sinal de outorga de poder;
2 – Assuero também entregou seu anel de selar a Hamã, inimigo dos judeus (Et 3.10); e posteriormente o tomou de Hamã e o entregou ao judeu Mardoqueu (Et 8.2);
3 – O pródigo que, ao voltar, recebeu o anel do Pai (Lc 15.22)

# O Anel do Pescador, que é usado pelo Papa, é um sinete que simboliza o Apóstolo Pedro pescando de um barco. É o símbolo oficial do Papa.
# Os anéis de selar são tão importantes que até mesmo Deus afirma, por intermédio do profeta Jeremias, que Ele próprio tem um anel de selar em sua mão direita (Jr 22.24).

c) As funções dos selos:
- Os selos possuíam muita importância, e tinham pelo menos as seguintes funções:
1 - Designar a PROPRIEDADE do emitente – ao ver o selo, todos já sabiam quem havia emitido o documento, a quem ele pertencia.
2 - Garantir a AUTENTICIDADE/GENUINIDADE do documento – ao ver o selo todos sabiam que o documento era genuíno, não era fruto de uma fraude.
3 - Revestir de AUTORIDADE o documento: um documento selado era revestido de autoridade, não pelo documento em si, mas pelo selo e pelo emitente do selo.
4 - Garantir a PRIVACIDADE do conteúdo: outra função do selo era garantir que o mesmo não seria aberto a não ser pelo próprio destinatário. Se o selo fosse corrompido, o documento seria inutilizado.
5 - O que era selado pelos reis era IRREVOGÁVEL (Et 8.8)

- Atualmente
- Até os dias atuais os selos são utilizados, no envio de correspondências, só que atualmente utilizam-se selos de papel.
- Correspondências sem selo não chegam ao destino, nem saem do lugar.
- Nas repartições públicas, os documentos são selados, com selos, por exemplo, de URGENTE, para estabelecer a prioridade do seu encaminhamento, um tratamento diferenciado no estabelecimento.

d) Casos bíblicos da utilização de selos:
- A pedra colocada sobre a boca da cova dos leões, onde Daniel foi lançado, foi selada com o anel de selar do rei Dario e de seus grandes (Dn 6.17).
- A carta que Assuero escreveu e que colocava o povo judeu em risco de extinção foi selada com o anel do rei (Et 3.12); a carta que lhes deu escape também foi selada com o anel do mesmo rei. (Et 8.8)
- As cartas que Jezabel escreveu tramando a morte de Nabote foram seladas por ela com o sinete do marido (1 Rs 21.8).
- A pedra colocada sobre a entrada do túmulo de Cristo também foi selada. Mt 27.66

2) HOMENS QUE FORAM SELADOS
- Na simbologia bíblica podemos afirmar que diversos homens foram selados por Deus; foram marcados, foram registrados com o sinete divino.

a) Selados por Deus
- O 1º homem selado por Deus foi o homicida Caim, para demonstrar que o selo de Deus não é dado por merecimento, mas pela sua imensa Graça. Em Gn 4.15b vemos que, mesmo depois de matar seu irmão, Deus “pôs um sinal em Caim, para que não o ferisse qualquer que o achasse”. O selo de Caim, a expressão da MISERICÓRDIA de Deus.
- Jacó, na mais impressionante noite de sua vida, também foi selado por Deus. Às margens do Jaboque, após lutar contra o anjo e ser abençoado, passou a mancar de sua coxa (Gn 32.29-32). O selo de Jacó, a expressão da BÊNÇÃO de Deus.
- Sansão, e a sua cabeleira, a sua marca registrada da parte de Deus. Quando perdeu a cabeleira, perdeu a força. O selo de Sansão, a expressão da FORÇA de Deus.
- Isaías, e os seus lábios queimados pela brasa viva do altar. O selo de Isaías, a expressão da PUREZA de Deus.
- Paulo, e o seu espinho na carne, e a sua constante lembrança da graça de Deus. O selo de Paulo, a expressão da GRAÇA de Deus.
- Até mesmo Jesus foi selado: Jo 6.27 – “Porque a este o Pai, Deus, o selou”.

3) O ESPÍRITO SANTO DE DEUS, O SELO DOS CRISTÃOS
- No versículo que lemos ao introduzir esta mensagem vemos que o apóstolo Paulo afirma que estamos selados no Espírito Santo de Deus.

- SIMBOLOGIA BÍBLICA:
A – Nós somos a carta
- Nesse comparativo, nós, os cristãos, somos a carta.
- Paulo afirma, em II Co 3.2: “Vós sois a nossa carta, escrita em nossos corações, conhecida e lida por todos os homens”.

B – Deus é o emitente do selo (II Co 1.21b,22)
- A Palavra de Deus afirma, em II Co 1.21b,22, que diz “O que nos ungiu é Deus, o qual também nos selou e deu o penhor do Espírito em nossos corações”.
- Ora, se foi Deus que nos selou, ele é o emitente da carta, e a marca, o sinal, o brasão, a insígnia, o emblema são dEle.
- Ou seja, nós temos a marca de Deus em nossa vida.
- Se o selo emitido pelos grandes monarcas do passado era altamente respeitado, imaginem o selo de Deus?
- Quem nos selou é maior que Nabucodonosor, que Assuero, que o Faraó do Egito, que o César de Roma.
- Nosso selo tem mais valor que o selo dos reis antigos.

C – O Espírito Santo de Deus é o Selo
- O Espírito Santo é a marca, o selo, o carimbo, o timbre, o brasão, o penhor que o Rei dos Reis nos outorgou.
- Somos todos selados pelo mesmo sinete real, pelo mesmo anel de selar.
- É este selo, que:
1 - Designa a PROPRIEDADE – Não somos um documento vazio. Nós temos um dono! E o dono é o que nos selou. E o dono é Deus. (2 Tm 2.19 – o Senhor conhece aqueles que são seus)
# O pai conhece a voz do filho no meio da multidão.
# Tento dar trote em minha mãe mas não consigo.
# Fábula da águia criada entre as galinhas.
2 – Garante a nossa AUTENTICIDADE/GENUINIDADE – Somos genuínos. Não somos falsos, não somos fraudes.
# Não somos produtos piratas.
# Chibolete x Sibolete (Jz 12.6): os efraimitas tentaram fugir dos gileaditas, dizendo que não eram efraimitas. Porém os gileaditas

D – A carta somente será aberta no dia da redenção.
- Paulo revela que o selo seria desatado no dia da redenção.
- A expressão “redenção”, em sua origem, representa o ato de soltura de um escravo, mediante o pagamento de um preço.
- A palavra foi emprestada pelos cristãos da igreja primitiva para designar a libertação da escravidão do pecado.
- Mas no contexto desta mensagem, o dia da redenção aponta para o dia em que chegaremos ao céu. Será nesse dia glorioso que o selo será desatado e o conteúdo revelado.

E – O destinatário
- Toda carta, documento, ato, decreto selado tem sempre um destinatário.
- Paulo não revela quem é o destinatário que desatará o selo no dia da redenção.
- Nessa simbologia, quem é o destinatário?
- Em Apocalipse, livro que aponta para o dia da redenção, há uma dica preciosa para decifrarmos o destinatário.
- No capítulo 5 João descreve a visão de um livro, escrito por dentro e por fora, selado com sete selos. E ninguém fora achado digno de desatar os selos. A não ser o Leão da Tribo de Judá, o Cordeiro de Deus, Jesus Cristo, que venceu, para abrir o livro e desatar seus sete selos.
- Jesus é o desatador de selos. # É Jesus que abre o selo!!
- O destinatário é Jesus.
- E aquele que é digno para desatar o selo (ver Ap 5.1,2), será o único a decifrar-nos por completo.

CONCLUSÃO
- Na Bíblia Sagrada na Nova Tradução na Linguagem de Hoje, o versículo chave de nossa mensagem (Ef 4.30) é traduzido da seguinte forma:



Almeida Revista e Corrigida

Nova Tradução na Linguagem de Hoje

a) E não entristeçais o Espírito Santo de Deus

E não façam que o Espírito Santo de Deus fique triste

b) No qual estais selados

O Espírito é a marca de propriedade de Deus colocada em vocês

c) Para o Dia da redenção

A qual (a marca) é a garantia de que chegará o dia em que Deus o libertará

- Olhem que linda revelação: “o selo é a garantia de que chegará o dia em que Deus nos libertará”.
- Assim como uma carta sem selo não chega ao destino, se não tivermos o selo do Espírito Santo de Deus não chegaremos ao céu.

CONVITE
- Você que entendeu esta mensagem, venha aqui para receber o seu selo.
- O brasão do selo, o sinal do selo do Espírito Santo, tal qual no dia de Pentecostes, é SONORO!
2º Convite:
- Você que já tem o selo, venha aqui à frente e funcionem como “anéis de selar”.
- E deixem Deus usar vocês para selarem o seu irmão.

AGENDA DO PREGADOR - AG 31 - ASS DEUS DA GUARIROBA 26

Atendendo a convite que lhe foi formulado pelo Pastor José Odar, o Pregador Carlos Valente estará ministrando Estudo Bíblico na Assembleia de Deus da Guariroba, na QE 26, no Distrito Federal, no próximo dia 16 de novembro, às 9 horas. Orem por nós!!