domingo, 24 de julho de 2016

AGENDA DO PREGADOR - AG 22: ASSEMBLEIA DE DEUS DO GUARÁ / DF

No domingo, dia 07 de agosto, às 09 horas, o Pastor Carlos Valente estará ministrando ensino bíblico na Assembleia de Deus do Guará / DF, a convite do Superintendente da EBD, Pastor Jorge Neves.

Todos estão convidados.

AGENDA DO PREGADOR - AG 21: ASSEMBLEIA DE DEUS DO AREAL / DF

Atendendo a convite que lhe foi formulado pelo Pastor Stênio Loyola, no próximo dia 31 de julho, às 19 horas, o Pastor Carlos Valente estará ministrando a preciosíssima Palavra de Deus na Assembleia de Deus do Areal / DF.

AGENDA DO PREGADOR - AG 20: ASSEMBLEIA DE DEUS DO PSUL / DF

Atendendo a convite que lhe foi formulado pela irmã Cybele, o Pastor Carlos Valente estará ministrando no Congresso de Jovens da Assembleia de Deus do PSUL, a ocorrer no próximo domingo, dia 31/07, às 9 horas.

AGENDA DO PREGADOR - AG 19: ASS DEUS DO GUARÁ / DF

Na próxima quinta-feira, dia 28/07, às 19h30min, o Pastor Carlos Valente estará ministrando a preciosa Palavra de Deus no Culto da Vitória da Assembleia de Deus do Guará/DF, atendendo a convite que lhe foi formulado pelo Pastor Salomão Lourenço e a Missionária Dirce.

Todos estão convidados. A Assembleia de Deus do Guará fica na QI 11, AE 06, em frente ao Giraffas.

AGENDA DO PREGADOR - AG 18: ASS DEUS GUARÁ / DF

Neste domingo, dia 24/07, às 09 horas, o Pastor Carlos Valente ministrou a lição 04 do terceiro trimestre do ano de 2016, atendendo a convite que lhe foi formulado pelo Pastor Jorge Neves, Superintendente da Escola Bíblica Dominical da Assembleia de Deus do Guará/DF, igreja sede do Ministério Internacional do Guará, liderado pelo Pastor Adalino Inácio Sobrinho.

Valente ministrou sobre "O Trabalho e Atributos do Ganhador de Almas", e Deus agiu poderosamente pela Sua Palavra.

sábado, 16 de julho de 2016

CARLOS VALENTE NA RÁDIO

PASTOR CARLOS VALENTE NA RÁDIO
Neste domingo, dia 17 de julho, às 15h30min, o Pastor Carlos Valente participará mais uma vez do Programa Conexão Gospel, na Rádio Rei da Glória, pregando, em 15 minutos, a mensagem "Os Paradoxos da Cruz de Cristo", uma mensagem imperdível. Agradeço o Pastor Eliézer pelo convite. Se liga na rádio!

RADIO REI DA GLORIA
Hoje Imperdível🎤🎼🎷🎸

 15h- Conexão Gospel
         Wesley Lins
          Pra. Adna
          Pr. Carlos Valente
          Brasília

www.radioreidagloria.com

Baixe nosso app playstore

MENSAGEM 09: AGUARDANDO O NOIVO ATÉ QUE VENHA


AGUARDANDO O NOIVO ATÉ QUE VENHA

Texto Base: Mt 25.1-13

INTRODUÇÃO:
- A parábola que acabamos de ler, a Parábola das Dez Virgens, é uma das mais conhecidas da Bíblia Sagrada.
- Narrada por Jesus Cristo em seu grande sermão profético, no Monte das Oliveiras (Mt 24.3a), foi somente registrada por Mateus.
- Jesus, mais uma vez, utiliza-se da linguagem figurada, simbólica, onde narra uma história natural p/ explicar uma verdade espiritual.
- O contexto do sermão profético nos mostra que Jesus está se referindo à sua volta e ao arrebatamento da Igreja. Por 3 motivos:
a) essa foi a pergunta que lhe foi feita (“dize-nos quando serão essas coisas e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo? – Mt 24.3b).
b) esse é o cerne do sermão profético, onde Jesus revela “o princípio das dores”, “a grande tribulação”, “a vinda do filho do homem”, “a vida eterna e o castigo eterno”;
c) está entre outras duas parábolas que falam do mesmo assunto: “os dois servos” e “os dez talentos”.
- Esta é a última grande promessa para a Igreja do Senhor: Jesus vem! O Senhor está voltando. Jo 14.3,18,28; Ap 22.7,12,20.


DESENVOLVIMENTO

1) AS SIMBOLOGIAS DA PARÁBOLA
- A Parábola das dez virgens possui diversos componentes simbólicos, e aqui vamos esclarecê-los:
- As bodas: O Casamento na Palestina antiga (e ainda hoje) era muito diferente do que conhecemos atualmente.
- Praticamente todos os membros da comunidade acompanhavam o casamento, que era seguido de uma semana de festas na casa dos noivos. A tradição é o noivo tentar surpreender o cortejo.
- As dez virgens não são dez noivas. São dez jovens que querem participar desse momento importante da comunidade e usufruir da cerimônia das bodas e das festas.

a) O Noivo aguardado (25.1,5) = Jesus
- Jesus é o anseio das nossas almas. Anelamos pela sua volta.
- Aguardamos ansiosamente o dia em que vamos encontrá-lo e vê-lo como ele é. Essa é a maior expectativa dos crentes.

b) As dez virgens (25.1) = A Igreja
- As dez virgens representam a Igreja do Senhor.
- Há quem diga que as cinco virgens loucas representem o mundo. Discordo com essa visão, afinal:
a) todas as dez eram virgens;
b) todas as dez tomaram as suas lâmpadas;      
c) todas as dez saíram ao encontro do noivo; 
d) todas as dez ouviram o clamor: “Aí vem o noivo”;
e) e, por mais que contradiga 25.3, todas tinham azeite
- Elas representam os crentes que aguardam a vinda do Senhor.
- Cinco delas eram prudentes e cinco eram loucas (25.2)

c) As virgens prudentes = Os cristãos diligentes (atento, alerta)
- A única, a sutil, e a fundamental diferença entre as virgens prudentes e as virgens loucas, é que as prudentes tinham reserva de azeite em suas vasilhas (25.4).
- Essa reserva é fundamental para o caso de uma espera mais longa, o que de fato veio a ocorrer (tardando o noivo – 25.5a)

d) As virgens loucas = Os cristãos despercebidos (desatentos)
- As virgens loucas não tinham azeite de reserva.
- A diferença é sutil, quase que imperceptível:
A - Todos são crentes;
B - Todos vêm à Igreja;
C - Todos são parecidos aos olhos naturais;
- Mas só quem tem reserva de azeite entra para as bodas.

e) As lâmpadas (25.3,4) = a vida, o espírito humano
- Muitas vezes as lâmpadas vêm sendo interpretadas como a Palavra de Deus, devido ao Salmo 119.105.
- Entretanto, no contexto desta mensagem, as lâmpadas representam a nossa vida natural, o espírito humano, conforme está escrito em Pv 20.27: “a alma do homem é a lâmpada do Senhor”.

f) O azeite (25.3,4) = o Espírito Santo, a unção que dá luz à vida
- O azeite é símbolo do Espírito Santo (ver I Sm 16.13, Sl 133.1)
- O azeite (ou óleo) é uma das coisas que não podem faltar (Ec 9.8)
- Deus multiplicou o azeite da viúva.

g) Meia-noite (25.6) = horário incerto e inesperado
- Meia-noite representa a hora da virada. Paulo e Silas. Naufrágio.
- Jesus ressalta que o dia e a hora ninguém sabe (Mt 25.13)
- É justamente à meia-noite que todas as virgens acordam.
- É justamente à meia-noite que se nota a diferença de quem tem azeite de reserva e quem não tem.
- É justamente à meia-noite que se descobre quem vai entrar e quem vai ficar de fora.
# Não espere até a meia-noite. Aceite o alerta de Cristo e busque azeite agora, enquanto ainda há tempo.

h) Arauto que clama: “Aí vem o noivo!” = A trombeta do anjo
- Jesus nos fala de um clamor dizendo: “Aí vem o noivo”.
- Um arauto estava preparado para anunciar a chegada do noivo.
- Isso representa a trombeta do anjo que irá anunciar o arrebatamento da igreja (Mt 24.31; I Co 15.52; I Ts 4.16)
- Creio piamente que o arauto de Jeová já está a postos!
- Filhinhos, é já a última hora. Mais um poucochinho de tempo.

i) “Aí vem o noivo!” (25.6) = O momento da vinda de Jesus
- Ele vem! Ele vem! Ele está às portas!!!
- O momento mais maravilhoso de toda a história da humanidade.
- Esse é o momento em que o coração baterá mais forte.
- Chegou o momento que esperamos toda a nossa vida.

j) Saí-lhe ao encontro (25.6) = O encontro se dará nos ares
- Virgens, o encontro não será na terra. Será nos ares.
- Saí-lhe ao encontro. Movimentem-se. Subam.

l) Dai-nos do vosso azeite porque nossas lâmpadas se apagam (25.8) = o desespero de quem não está preparado
- Justamente no momento mais sublime, as virgens loucas observam que suas lâmpadas começam a apagar. Estão morrendo.
- Esperaram tanto; prepararam tanto; desejaram tanto; e justamente no momento em que o noivo vem, não estão preparadas.
- Agora não, Senhor! Justamente agora, não.
- Esperamos tanto por esse momento, não queremos ficar de fora.
- Irmãos, deem-me do seu azeite... As nossas lâmpadas estão se apagando... (o rico e Lázaro)

m) Não seja caso que nos falte a nós e a vós (25.9) = o azeite, no que concerne à Salvação, não pode ser dividido (é individual)
- As virgens prudentes negam. A sua reserva é individual. Toda a reserva será necessária. Se dividir, ambas as lâmpadas se apagarão.
- A Salvação é individual. O relacionamento com Deus não se empresta nem se pede emprestado. Se adquire.
- Não é egoísmo, mas pai não salva filho nem filho salva pai.
- O teste é o tempo!! As loucas não passaram no teste do tempo. Se o noivo chegasse mais cedo, teriam entrado para as bodas.

n) Comprai (25.9) = Buscai. Sem dinheiro, conforme Is 55.1
- A palavra “comprai” aqui não tem o envolvimento de dinheiro. Tem o sentido de buscar.
- Busque azeite. Busque azeite.
- Ore agora. Jejue agora. Leia a Bíblia agora. Pregue agora.

o) E tendo elas ido... chegou o esposo (25.10)
- Justo na hora que saem o Noivo chega.
- Há coisas que não podemos fazer na última hora. Estudar para uma prova. Preparar um esboço... Nesse caso, era tarde demais.
- Não é hora de sair. Permaneça onde está.

p) As preparadas entraram com ele para as bodas (25.10) = os crentes diligentes entram na glória
- Esse será o momento glorioso para todo aquele que esperou no Senhor de forma vigilante.
- Entrar para as bodas. Ver o rosto do noivo. Agora será glória.
- Toda lágrima será enxugada (Ap 22.4). Morte nunca mais.

q) E fechou-se as portas (25.10) – As portas fecham e ninguém mais pode abrir (Ap 3.7,8)
- Idêntico aos dias de Noé e do Dilúvio;
- Idêntico aos dias de Ló e Sodoma e Gomorra
- Depois que a porta fechar, quem entrou, entrou, quem não entrou não entra mais.

r) Abre-nos a porta, Senhor (25.11) = desespero de quem ficou
- Tarde demais. O Senhor não as conhece. Seu tempo foi perdido.

CONCLUSÃO
- A Parábola das Dez Virgens é um alerta poderoso para os crentes de todas as igrejas para que vigiem.

CONVITE
- 1º - Para quem ainda não aceitou Jesus.
- 2º - Para quem quer redobrar a vigilância após esta data.